Formação Notícias

Nosso objetivo é a vida eterna

Deus sabe de tudo que nós precisamos e, se canalizamos tudo para o nosso querer, só atrapalhamos. Mas se abrimos mão da nossa vontade, é claro que Deus vai atender às nossas necessidades no Seu momento e do Seu jeito. As pessoas escapam das mãos de Deus porque não há oração desinteressada. Ele é bom, cheio de compaixão para conosco e agora nos coloca na Sua escola para aprendermos a buscá-Lo, porque é o nosso Deus.

Nessa escola, é preciso se disciplinar: a disciplina gera santos. Mas para que a disciplina aconteça, é necessário que haja organização. Precisamos organizar a nossa vida em todos os sentidos: organizar nossa vida com Deus, nossa vida de trabalho, nosso interior, nossa casa. Enfim, se faz necessário, começar pela retomada da organização das mínimas às grandes coisas que envolvem a nossa vida. Na nossa vida, nada deve ficar entulhado. A revisão de vida nos leva a uma maior intimidade com o Senhor, acalma nosso interior agitado, nos faz perceber a ação da Providência Divina em nossas vidas. Quando a criança está para nascer, ela é expulsa do útero da mãe, onde teve conforto, calor e afeto. Para ela é como uma morte, porém ela precisa enfrentar essa passagem dura e angustiante para vir à vida. Conosco também acontece assim.

Vivemos aqui na Terra durante uns bons anos e gostaríamos de que fosse por longo tempo. Por mais problemas que tenhamos, gostaríamos de ficar por aqui mesmo e nem pensar em morte. Só que não fomos feitos para viver aqui. Perdemos a visão e o nosso objetivo: a vida eterna.

Com todos os acontecimentos da oficina dessa vida, Deus faz com que tudo concorra para deixarmos aqui todo orgulho, egoísmo e ruindade. Assim, quando chegar a hora do nosso “nascimento para a vida eterna”, sejamos projetados em Deus.

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova, presidente da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação, em Cachoeira Paulista (SP) e reitor do Santuário do Pai das Misericórdias.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário